31 de janeiro de 2014

Consulta com o GO cesarista e fotos da barriga



Eu moro na Gringolândia há quase 2 anos e sempre digo que tem um monte de coisas que no nosso querido Brasil Varonil é melhor e outras que lá é melhor. Parir lá é melhor demais. Mas demais mesmo! Demais da conta como se diz na minha terra natal, onde meus pais moram. Sim, quero falar de parto. É porque acabei de chegar de uma consulta com o médico “muito gente boa, o GO queridinho da clínica”, o GO que atende a minha irmã.

Eu nasci em Goiânia onde a minha família mora, e se o pensamento dos ginecologistas e das demais pessoas no Brasil inteiro é retrógrado e cesarista, aqui em Goiânia deve ser cem vezes pior. Na clínica que fui atendida havia um médico que fazia parto normal, e ele era o GO da minha irmã, mas no ano passado ele deixou de atender lá. E agora só tem cesarista, e é muito triste. Mas eu tinha que ir em uma consulta com algum GO por aqui a pedido da minha GO na Gringolândia, então pode ser com o queridinho cesarista, é só uma consulta mesmo.

Chego lá e de início a recepção é aquela bagunça. Tinha cerca de cinco recepcionistas, todas elas conversando entre sim, em alguns momentos elas falavam mal das recepcionistas do outro turno. Não havia cadeiras suficientes para todos os pacientes que aguardavam a consulta com os especialistas. Eu paguei uma consulta particular e o atendimento era por ordem de chegada. Tinha 6 mulheres que chegaram na minha frente, então eu fiquei lendo enquanto não me chamavam. Uma das atendentes chamou um montão de gente, e eu não ouvi chamar meu nome. Continuei lá lendo. Depois de muita demora fui perguntar e a moça me disse que já tinha chamado o meu nome há muito tempo. Ok, falha minha em não prestar atenção quando chamaram, mas eles também são muito desorganizados!

Daí entro pra consulta com o médico. Ele foi bem atencioso e educado, leu todo o meu histórico que eu trouxe da Gringolândia, com todos os exames e consultas que fiz. Achei bem legal que o inglês dele é ótimo, e desde o início da conversa ele percebeu que eu sou uma paciente bem informada, que eu sei o dia que ovulei, sei sobre implantação do óvulo e outras coisas. E por isso ele conversou bem de igual pra igual, foi tudo ótimo até ele dizer o seguinte
“Então como você mora nos Estados Unidos terá que ter parto normal lá, heim?! Não terá outro jeito”.
Eu disse: “Se Deus quiser será normal mesmo, doutor! Estou bem feliz com isso, espero que seja normal, como tem que ser em qualquer outro lugar do mundo. Realmente lá a cesária é só em caso de necessidade”.
Daí ele solta “Ah, mas você sabe que a cesária é SEMPRE melhor e mais seguro pro bebê”. Bla-bla-bla e algo sobre ter que monitorar muito bem a gravidez pro parto normal ser seguro.
Ahhhh!!! Daí eu respirei, contei mentalmente até 10 e disse: “Doutor, é melhor a gente nem conversar sobre esse assunto porque eu estou voltando pra Boston em 15 dias, espero mesmo que eu não tenha que dar a luz aqui. E se eu tivesse sei que seria bem difícil ter que procurar um médico pra fazer e tudo mais. O fato é que os Estados Unidos são um país mais desenvolvido que o Brasil, e tanto lá quanto em outros países ricos a taxa de cesárea é bem menor que a do Brasil.”

Ele concordou que era melhor mesmo mudar de assunto, depois disso ficou tudo bem, ele ouviu os batimentos cardíacos da Sementinha, que estão normais na média de 145 por minuto, mediu a minha barriga que tá com 20 cm e minha pressão, que tá normal.

Saí de lá com aquela certeza que eu serei muito mais bem assistida na Gringolândia que aqui, e pensando que é ótimo eu parir lá.

E por falar em partos, há algum tempo estou lendo muito sobre a ocorrência de cesárias nos Estados Unidos e em outros países. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a taxa de cesárias não ultrapasse 15%. No Brasil a taxa total é mais de 50%  e nos hospitais particulares do país elas ultrapassam 80% dos partos. Nos Estados Unidos essa taxa foi de 21,5% em 2012. Desde a década de 1960 o número de cesáreas cresceu muito nos Estados Unidos, e isso preocupa muito o país. Aliás, esse crescimento é um dos principais fatores, junto à obesidade, apontados por pesquisadores para o aumento no número de mortes em mulheres gestantes. 

Aqui no Brasil temos a maior taxa de cesárea do mundo, uma das maiores taxas de nascimento de prematuros. Assim como a taxa de cesáreas é grande, a taxa de morte de grávidas e de bebês também é maior que em outros países.

É óbvio que o procedimento cirúrgico é necessário em algumas circunstâncias, não questiono isso de jeito nenhum. Mas um médico dizer que a cesárea é sempre melhor pra mãe e pro bebê? Como assim, se há tantos estudos científicos que comprovam o contrário? Como assim, se todos os países considerados desenvolvidos tem taxa de cesárea bem menor que a do Brasil? E o parto normal é recomendado pela OMS??

A Dra. Melania, uma famosa ginecologista da Paraíba escreveu uma lista de indicações reais e fictícias para se fazer uma cesárea, para ver basta clicar aqui.

Agora coloco aqui duas fotos do antes e do agora. Quanta diferença, heim! Hoje posso dizer que tenho uma barriga de pequena melancia. Além da barriga to com mais peito, quadril e bunda, onde se alojaram os quase 6 kg que ganhei até agora, e uma cor desbotada que até me assusta de ver.


33 comentários:

  1. Ritaaaaa, adorei a fotoooo! Tá bemmmm grandinha a barriga de melancia, viu? Coisa linda! <3
    E sobre esse GO cesarista... Affffffff! Sem comentários, viu? No Brasil a coisa é um caso sério! Quanto a dra. Melania, tô tentando conseguir uma consultinha básica com ela, já que moro em Campina Grande, justamente onde ela atende pelo SUS. Beijooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Talita! Obrigada! Espero que você consiga consulta com a Dra. Melania. Ela é excelente! Já li muita coisa que ela escreveu, e muito coisa que escreveram sobre ela. Depois conta pra gente no seu blog se você conseguir. Beijos!

      Excluir
  2. Rita que barriga mais linda!!!! Vc está ótima!!!! Aqui no Brasil é mesmo uma luta para encontrar um GO que não seja cesarista. Que bom que vc não terá que viver o mesmo drama que a maioria das brasileiras que desejam o parto normal enfrentam na busca por um GO que se disponha a fazer o seu parto normal e humanizado. Bjos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lyanna! Muita gente me diz que a minha barriga tá bem pequena para 23 semanas que estou, mas não estou nem um pouco preocupada. Até ganhei muito peso até agora, mas a barriga não cresce tanto no princípio. Sei que ela espichará mais daqui a um mês. Beijos!

      Excluir
  3. Que vergonha desse médico, vergonha mesmo! Que triste...ainda bem que você não precisará caçar um médico aqui no Brasil, é batalha sinistra!!!!
    E que barriga linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como é sinistra, Mariana! Achei um absurdo ter que ouvir isso de um médico! Mas estou sim em ótimas mãos, com uma GO e sua equipe de excelentes médicos. Beijos!

      Excluir
  4. Pois é aqui no RJ, parto cesárea é o que prevalece nas clínicas particulares e cobertos pelo plano de saúde. Parto normal só no SUS e com péssimo atendimento. Parto humanizado é o preço de um carro popular, é muito difícil!

    Mil bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Luigia! Esse horror de parto normal com violência e desnecesáreas na rede particular não é só no Rio ou em Goiás: é em todo o Brasil mesmo, infelizmente. :(
      Beijos!

      Excluir
  5. Eu que escolhi o parto cesareo para mim não acredito nesse papo que cesarea eh mais segura... imagina um médico pensar assim!
    Tá linda a barriguinha, super redondinha!
    Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lalah! A minha barriga demorou demais a crescer! Mas também agora ela cresce bem rápido, de um dia pro outro a bichinha aumenta demais.
      Beijos!

      Excluir
  6. Eu acabei escolhendo cesárea pq ñ aguentava mais sentir dor e viver na pressão, mas tb ñ acho que seja mais segura, acho que como qualquer cirurgia tem seus riscos e eu sofri mto com o efeito da anestesia, coisa que nem em sonho sabia que existia.

    E a barriguinha tá uma graça e a cor amiga eu moro no Brasil e vivo branquinha assim , é o branco escritório rsrrs

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzy, pelo que li no seu blog você sofreu demais com esse efeito da anestesia. Que horror! Quero saber se você descobriu a causa daquela dor toda. Será que foi tipo alergia à anestesia?
      Beijos!

      Excluir
  7. Putz! Vergonha alheia dessa medicina brasileira, viu? Meniiiina! melancia ta crescida hein? Ta linda a pança! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naty! Vergonha extrema viu! Obrigada! :*

      Excluir
  8. Você passou do bronze kiwi para o branco-geladeira, hein! hahaha
    Mas olha, não se preocupe com as piadas, sua cor atual é sinal de nobreza no Japão. hahaha desculpe, outra piada para você rir nesse torrencial clima frio de Boston! Vem pra Lima com o Gringo-Man! :D E parabéns pela barriga!!!! É muita emoção! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, Jorge! Que maldade essas piadas, heim?! Rs! Ah, tudo bem, eu fiquei meio impressionada com a diferença da cor, mas é porque a primeira foto o maridex gringo-man tirou quando fizemos uma viagem que passamos mais de uma semana na praia. Ele ficava na sombra direto, mas eu tomei muito sol, acho que foi a vez que fiquei mais morena em toda a minha vida. Ah, agora com a Sementinha, game over (ao menos por um bom tempo)!
      Beijos!

      Excluir
  9. Aqui nem se discute cesária. Tudo caminha pro parto normal. Cesária é motivo de tristeza pra maioria das mulheres que precisam recorrer à ela. Apesar de ainda não achar que o sistema de saúde público português é o ideal, esse quesito é muito correto. Agora olha como o esclarecimento é tudo. O médico se passa por muito bom e joga uma info perigosa dessas pra ver se tu cai. Muitas mulheres caem e realmente acham mais seguro. Por isso que melhor mesmo é se informar. Se escolher por cesária ainda assim, que seja ciente dos riscos gigantes que ela representa.
    Tá linda a barriga! <3
    Beijoooos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romana, nos Estados Unidos todas as mulheres morrem de medo de cesárea também. As minhas amigas ficaram com dó da minha irmã quando eu disse que aqui no Brasil ela teve uma cesárea. É... e eu também fico com dó nesse tipo de situação...
      Beijos

      Excluir
  10. Que barriga mais lindaa ;)
    ai ai essa sementinha tá muito da lindinha ai dentro.
    Bjãooo
    e otima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Agueda! A sua barriga de melanciazinha também tá linda!
      Beijos!

      Excluir
  11. Outro dia falei sobre esse tema lá no blog. E concordo contigo... O atendimento médico para gestante é muito melhor em países desenvolvidos. Infelizmente, quem escolhe ter o filho como a rege a natureza por aqui, é taxada de irresponsável e doida.
    Ainda temos um looooooooooongo caminho pela frente... =/

    As duas versões da barriga estão muito boas... ahahahaha

    Muita saúde pra vcs!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, MMaria! Obrigada! Olha, lá fora querer uma cesárea é a coisa mais doida que pode acontecer. Difícil de entender essa cultura aqui no Brasil, viu?! Bota caminho longo nisso!
      Beijos

      Excluir
  12. Ahhh que "Melanciazinha" mais linda!!!!!!
    A médica da minha irmã só faltou chamar ela de louca por querer PN, mas infelizmente ela acabou tendo que fazer a cesária, acho absurdo um médico falar que é melhor, melhor pra quem?! pro bolso dele claro!!!
    Bjus, ta gatona =)
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mima! Olha, adorei a sua nova foto de perfil! Mesmo! A minha irmã também nadou muito e muito pra ter um PN e no final ela morreu na praia, com uma cesárea que o médico a convenceu que foi melhor, mas que me parece ter sido uma desnecesárea. Uma pena!
      Beijos!

      Excluir
  13. Oi Rita,

    Sua barriga está linda, mas também, tendo em vista o corpão que você tinha antes, era de se esperar uma grávida maravilhosa!!!
    Muita saúde pra vocês!!!

    Beijos,
    Nana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana! Obrigada! Foi graças a muita malhação que passei de magrela que nem uma tábua para ter um corpo mais definido. Agora to bem feliz com a minha barriga, mas bem que eu desejava ter engordado menos nesse início.
      Beijo!

      Excluir
  14. Minha linda que coisa mais linda a sua barriguinha de média melancia...\0/
    Quanto ao seu parto ainda bem que vc não vai parir aqui no Brasil, eu estou na luta para conseguir consulta com GO onde eu moro e olha que nem é a favor do PN, mas como ir ao Rio de Janeiro gastaria 3 hs vou fazer as consultas por aqui mesmo. Estou feliz que tudo vai bem com vcs viu.
    Bjokas

    http://elomaterno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Determinada! Olha, se essa luta toda é só por um GO qualquer, posso te dar uma sugestão? Enfrente as 3 horas de viagem, vá pra um GO lá no Rio e de quebra você passa um fim de semana maravilhoso de sol e muita praia na cidade maravilhosa que eu amo tanto!!! Ah, que saudade do Rio! Sou uma goiana com alma carioca (sim, as vezes eu penso que nasci no lugar errado!).
      Beijos!

      Excluir
  15. Fiz um comentário aqui elogiando a barriga, mas parece que deu erro.

    Vou falar de novo que adorei a barriga! bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Comentário recebido agora, rs! Muito obrigada!
      Beijos

      Excluir
  16. hahaha é uma mini melancia!!! Que gracinha de barriga!!!

    Posso falar?! Fiquei com uma invejinha do bem quando você falou do seu parto aí na gringolândia sabe!!! Aqui é tudo tão complicado nesse aspecto, ou é cesárea eletiva ( coisa que eu nunca faria) ou é parto normal em maternidade pública ou particular com muitas intervenções, um verdadeiro horror!!! Claro que existem os profissionais humanizados,mas são poucos e cobram "caro" ( caro pro meu bolso, acredito que vale o que cobram sim), ou seja, ter parto com respeito aqui é uma luta!!!
    Espero que minha busca tenha uma final feliz!!!

    Bjus na barriguinha!!!

    ResponderExcluir
  17. Andressa, mas ainda não sei o quão natural conseguirei ter meu parto na Gringolândia. Ainda irei visitar a maternidade direitinho e postarei aqui sobre isso. Mas, aqui no Brasil é uma luta mesmo, e uma luta muito injusta e sem noção... Olha, boa sorte pra você! Uma ótima gravidez de gêmeos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Menina, como eu queria morar em Boston!
    No meu blog eu já cheguei a relatar o meu desespero e frustração com o Brasil cesarista, mas até desisti.
    Nós somos os ET's e eles são os humanos (pelo menos na cabeça deles).
    E que o normal volte a ser o normal! Em nome de Jesus, amém!

    Beijos (e você está lindona!).

    ResponderExcluir

Leu? O que achou? Deixe aqui seu comentário, que logo eu respondo. Para ver a resposta não se esqueça de marcar o quadradinho Notifique-me, em baixo.